Amizade Virtual

como eu ja disse amizade virtual é um assunto muito polêmico, talvez pelo risco que isso pode ter, mais na minha opnião é tudo questão de logica

Amor não é LEGO

Antes de mais nada, queria agradecer a Kherolaine que me ajudou com o titulo do post e deu a ideia de inserir musica no post,

Midnight Kiss... (01-01)a

Vento no rosto. Céu claro. Cheiro de cidade pequena. Sem a nuvem de fumaça a macular o céu, e nem o cheiro a macular a vista. Sábado.

Sunshine

O presente post é mais uma homenagem, uma versão up de um post antigo ai que eu apaguei pouco tempo depois de postar.

sábado, 31 de dezembro de 2011

Midnight Kiss... (01-01)



Vento no rosto. Céu claro. Cheiro de cidade pequena. Sem a nuvem de fumaça a macular o céu, e nem o cheiro a macular a vista. Sábado.
Há tempos não vinha a praia. Acho que desde a infância. Agora sou um jovem adulto. Um jovem profissional, como o "mercado" chama. Alma no trabalho, pois o trabalho dignifica. haha... Nem a pau!
Durante toda a viagem, venho refletindo nas consequências dessa minha decisão inconsequente. Segunda feira eu tenho que estar lá pro trabalho. Meus pais gostariam que eu passasse o Réveillon junto a eles, como tem mandado a tradição. Não esse ano, não nesse belo Sábado ensolarado.
Talvez pela primeira vez em minha vida, fiz o que julguei ser o melhor pra mim. Bom, chega de preocupações...


Antes de qualquer coisa, essa é uma viagem de libertação. Preciso me livrar do velho eu. 
Quero sempre sentir o que estou sentindo neste exato momento. A liberdade na palma das minhas mãos, assim como as conchinhas que peguei lá na praia. Mente limpa, assim como o céu. Alma lavada na sagrada água do mar, assim como meus pés.


Que cidade é essa mesmo? Bom, não importa. Na parada do ônibus, já gostei daqui. Clima bom. Casinhas simples, mas muito bonitas - Os enfeites de natal, como de praxe, ainda se encontravam em boa parte delas, como na cidade de onde saí-. Pacata, sem ser bucólica. Senhorinhas de avental conversando na porta de casa, crianças batendo bola, assim como era no bairro onde cresci. Gostei daqui. Tudo isso me confunde. Isso se aproxima bastante ao que eu tenho como ideia de "lar". Coisas simples, mas são semelhanças. O que será que vou encontrar por aqui? Será que vou encontrar algo aqui? - eu busco um pouco de esperança, nada mais-. Mesmo com todas as pequenas semelhanças, aqui ainda é bem diferente do que conheço como "meu mundo".
Talvez isso se dê pela distância. Não calculei em horas, mas posso afirmar com clareza que estou bem longe do lugar que estou acostumado a chamar de "lar". Como dizem alguns, "Lar é onde o seu coração está". Mas como isso se dá no meu caso? Estou em busca do meu coração. Em outras palavras, estou em busca de um lar.


Pela primeira vez em umas 48 horas, olhei as horas. Antes de olhar, dei uma olhada no Sol, numa tentativa fútil de tentar descobrir as horas, pela posição do Sol no céu. 
O relógio dizia 14:38... 14:38! Eu chutaria, no mínimo 16:38, só pela sensação. Já tava ali sentado naquele muro desde a manhã, na hora que cheguei, admirando a imensidão do mar e pensando no que eu tava fazendo na minha vida.
O relógio dizia dizia 14:38. Mas não dizia só isso. Era como se gritasse comigo. Palavras de "contrarrevolução". 
"Desista dessa sua pequena revolução. Você não vai a lugar algum fugindo dos teus problemas. Volte pra lá e faça o que você tem que fazer. Você pode fugir de tudo, menos de si mesmo. Você chegou até aqui, isso não pode ser ignorado, mas ainda é pouco, se é que você busca mesmo tua liberdade. E digo mais: sei melhor do que ninguém que o tempo é deveras importante, mas você o superstima demais! Viva, em primeiro lugar! Olha o mundo ao teu redor..."
Meu Deus! Estou recebendo ordens do meu relógio! Nunca me encaixei no tipo de gente que considera normal, mas ouvir conselhos de um relógio... Ei! Calma aí... Quem, na face desse velho planeta, traz um caderno pra ficar escrevendo na praia?!?!! *hahahahaha* Sei que não tenho feito muito sentado aqui, olhando pro mar e pensando na vida, mas ficar escrevendo na praia é um insulto! *hahaha*
Será que ela tá ali faz tempo? Aposto que sim. Tentando me lembrar se eu a havia visto quando cheguei. Percebi que não tava prestando atenção. Será aquilo um diário? Pensando bem, a ideia não é lá tão idiota. Ela talvez esteja buscando inspiração, assim como eu. Convenhamos que ela está provavelmente tendo mais sucesso do que eu. Gostei daqui.
Praia. Garota. Tentando lembrar de algo, mas não vem nada... Ah! Como pude não lembrar? Verão passado. Coisa de cinema, eu largadaço na praia... de repente aparece Aquela garota, caminhando e olhando pra minha direção... uma coisa assim..Garota de Ipanema, fora de Ipanema, mas a história foi parecida. Passou, sorriu, me fez sorrir, olhou pra frente e... mais uma vez... coisa de cinema... olho pra trás pra me certificar - hoje sei que, assim como num lugar alto não se deve olhar pra baixo, numa situação dessas não se deve olhar pra trás, em todos os sentidos-... bom, olhei pra ter certeza se era mesmo comigo e vejo o que eu não esperava mesmo ver... um cara vindo, todo pomposo, sorrindo pra ela... Droga! Essa é uma daquelas coisas que de tão batidas, você pensa que nunca vai acontecer contigo e... é, aconteceu comigo.
15:20. Parece que nada mudou. O mundo continua mundo. Fiquei um bom tempo lembrando daquele fiasco. Queria não perder tanto tempo com essas coisas do passado. Queria não me preocupar tanto com o tempo. Queria não me preocupar mais com o tempo. 
Ainda tô aqui no muro. E a nova garota da praia, no mesmo muro, só que há uns quarenta metros daqui, se a minha visão e cálculos ainda estão bons.
Mais perguntas rolando na minha cabeça... peraí. Mais perguntas óbvias rolando na minha cabeça: "Será que ela me notou?", "Sobre o que ela estaria escrevendo?", "Será que ela é daqui, ou tá "perdida", assim como eu?"... quando, de repente... "Hey, lá vem você de novo com essa de garota da praia... ainda não se tocou? Essa não é sua praia!". *hahaha* Minha consciência é implacável. Cruel, sádica, sarcástica e implacável.
Lembro-me das palavras do Velho Raul: "Tente outra vez". Garota diferente. Lugar diferente. Não custa nada tentar. Oh, não... você de novo, não!
"Isso, tente de novo, e sofra outro fiasco. Gente como você não cansa de se surpreender... negativamente. Vai lá!"
Dessa vez, você pode tá certo. Será que vale a pena mesmo? Acho que não.
Mas, por outro lado, lembrei-me do propósito da viagem. Busco uma salvação, uma mudança. Um pouco de coragem e atitude não vai me fazer mal e, além do mais, o que eu vou perder?
"Você sempre bota essa mesma coisa na cabeça... mudar, mudar... Ninguém nunca muda... no máximo, um retoque aqui e outro ali, mas mudar, mudar mesmo, nunca... Me escute: não vale a pena. Volte pra casa, cancele toda essa loucura, esse mundo perfeito que você tenta me impor. Volte pra casa."
É... talvez seja melhor desistir de tudo isso. Talvez tudo isso seja loucura, e já tenha dado na minha paciência. É só mais uma das minhas tentativas frustradas e frustrantes de mudar alguma coisa, que seja, na minha vida...
Já me levantei... agora são só quarenta passos, manter a postura, não olhar pra ela, andar pra frente, chegar perto, sem aparentar nada. Isso pode dar certo.
Já olhei, droga! Ainda bem que ela não percebeu. Ela escreve freneticamente naquele caderno, diário, seja o que for. Parece que ela escreve como se fosse algo vital a ela, talvez como respirar ou coisa assim. Eu vou caminhando estranhamente, na minha tentativa furada de parecer cool. Concentração. Muita concentração, no que quer que seja. Vejo o horizonte. Montanhas. Não interessa. Preciso me focar em algo. Só mais alguns passos e...

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

SoundTrack

Pra Embalar :



Boa tarde quase noite galera, Tudo em cima?
Aqui estamos novamente neh, ouw viram *-* 2 posts em menos de um mês ahuahua,
Sabem, prometi a mim mesmo que eu iria postar mais, sozinho que seja neh:/
Estou pensando em váaarios esquemas pra ter post direto aqui pra vocês, msm com toda a correria vai dar pra fazer algo.
Nesse post aqui vou falar de Musica, como sugere o título ( Ah vah!), eu to pra escrever algo uma ou duas semanas mais ou menos, mais eu sempre acabava esquecendo sobre o q eu ia escrever, na verdade eu não ia escrever sobre musica XD, não me perguntem sobre o q era q até agora nem eu lembro ^^’, mais então:

Ontem e Hoje eu pensei muito em uns assuntos bem polêmicos (Ahuahua ei não pensem besteira antes de ler, ¬¬ kkkk)  relacionados à musica, a primeira situação se deu pq eu decidi Renovar a playlist que eu carrego no celular. Musica é uma coisa engraçada , muitas vezes ela marca a gente ou faz parte de uma situação neh, explicando melhor: quem nunca ouviu aquela de “Está tocando a nossa musica *-*”  ou “Não gosto dessa musica, me traz más lembranças” (sendo q os dois exemplos podem estar ligados ahuahau), pra mim particularmente a musica traz um misto de sensações e lembranças, o q fez com que a tal renovação de playlist não fosse completa pq ficaram musicas que eu não vou parar de escutar tão cedo. Ai vem a parte interessante, a outra parte que foi alterada deu lugar a um montee de musicas antigas, coisa que sei lá, meus tios e meus pais escutavam quando eu era pirralhinho, de Elvis Presley , passando por The Smiths (O.O que medo, citei o nome da banda meu player foi pra uma musica deles, e olha que tá no Shuffle)  terminando em U2,  ai hoje escutando as musicas indo pra faculdade comecei a pensar  “Caramba mano, a Elis Regina tava certa “Nossos Ídolos ainda são os mesmos e as aparências não enganam não””, acho muito legal isso sabe, acho que é bom valorizar essas coisas, é história, cultura, sei lá como classificar, e não estou falando apenas por questão de valorizar pq é antigo, é pq as musicas são boas kkkk, na minha opinião ta triste a situação musical hoje em dia, ATENÇÂO: NÃO ESTOU FALANDO QUE NÃO EXISTE MUSICA QUE PRESTA ATUAL, ESTOU FALANDO QUE TEM POUCAS BOAS E MUITAS RUINS, (tem coisa que eu não faço ideia de como fazem sucesso, mais não estou aqui pra criticar isso).

Ainda na minha playlist tocou Michael Jackson, “seis” num tem noção do q eu brisei lavando louça (pra ajudar a mãe neh :P ahahaha) e dançando, com direito a moonwalk e tudo, ai veio 2 coisas pra mim refletir, será que as próximas gerações vão saber da existência dessa lenda ? digo assim, saber é logico que vão, mais ele vai ser valorizado ? Juro, eu só não chorei quando soube da morte dele pq eu tava esperando no velório ele levantar do caixão começar a dançar Thriller ou seja lá o que fosse... É sério, o cara era muito bom no que fazia. Ai pega o que aconteceu com ele e Quaase aconteceu com a Amy (não sei, creio q com ele a modinha foi maior, talvez por eu curtir mais ele), foi só morrer que vendeu uma porrada de discos, e voltou a ficar nos jornais e televisão e tops de musica... CARAMBA como existe pessoa idiota no mundo .... PQ NÃO DEU VALOR ENQUANTO ELE/ELA ESTAM VIVOS P¨%$¨@ (aconteceu o msm com Harry Potter, rios de fãs A+ dps que acabou, mais estou falando de musica neh), sei lá, só sei que se queria me ver nervoso era ver pessoas que nunca ouviram uma musica dele com o celular tocando no ultimo volume as musicas e de ringtone e td ¬¬’, aff se mata, é sério, dava vontade de estourar os celulares na base do pisão ahuaha, assim, não que não seja pra dar valor, mais quem lê esse blog a um tempo sabe o quanto sou Contra Modinhas, gostar de algo só pq todos estão gostando, não é gostar, :/. Peguem seus ídolos musicais e aproveitem mano , escutem, COMPREM os cds, vão aos Shows, peçam autógrafos e divirtam-se ... É isso J até +

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

E agora ?


Ahh pessoal.. ontem eu estava prometendo pra mim mesmo que eu ia postar hoje, ai até pensei no tema e tals, mais bagunçou tudo aqui minha mente u.u, pra vocês terem uma noção da correria da facul abri aqui "Novo post" pensando em como eu ia diagramar o texto ¬¬', ahahaha, sim, minhas piadas estão cada vez mais tensas de entender ^^'.
Postaram uma frase aqui no twitter que eu achei interessante pra caramba.. Mais nãao tem a ver com o tema q eu vou falar, então vou colocar um gadget de frase aqui do lado de novo hahaha 
Comentário hiper-off como nos velhos tempos ( A mulher do Yakult chamando aqui, ja volto :3 ahuahua). volti...
Pronto.. Mais chega de enrolação neh (: espero que todos estejam bem e que o blog ainda tenha leitores u.u ahahaha.


É um assunto meio (mentira é inteiro) clichê mais achei q renderia um bom post, e aqui estamos. Já perceberam como uma vida só é pouco ? Independente do caminho que você tome  sempre vai ficar aquele ar de.. "E se eu tivesse feito do outro jeito", eu estava pensando nisso esses tempos,  quem ja leu os posts antigos aqui sabe muuito bem meu estilo de ser em todos os sentidos, fico pensando, se eu tomasse outro caminho ? será que eu ia me dar bem ? ia dar na mesma ? ia ser pior... Essa duvida é uma coisa tão chata.. Ou não né, uma coisa que sempre moveu o homem foi essa (esqueci a palavra ¬¬')... Crise de existência (acho q é isso), aquela velha história do "Ser ou não ser", que é o que faz com que ele pare pense  em outro caminho e arisque outra coisa, as vezes dá certo, as vezes não.. Provavelmente até Albert Einstein deve ter ficado com isso matutando a cabeça pensando no que aconteceria se não tivesse inventado o tal do E=Mc² que todos sabem que no fim da "Brincadeira" foi usado para fins errados...
Mais isso não se aplica só para atitudes decisivas, acho que serve pra tudo, pra musica, jogo, filme.. Não dá pra você falar que não gosta sem nunca ter visto ou sem conhecer a história.
É claro.. que tem que ser tuudo dentro de uma determinada SENSATEZ  não é pq eu falei que devemos conhecer novas coisas que vamos sair por ai fazendo coisas que não são do nosso feitio ou que é obvio que não vai dar certo (a situação é tão redundante, que ai vem aquele zumbidinho.. "sera msm q não ia dar certo ?".. Mais nesse caso como eu disse, melhor ser sensato..).
Mais Aahhh J-oOnIoR bebeu foi ?? não, não bebi a dor de cabeça do domingo não foi ressaca ¬¬' digo de fato não foi mais... quanto ao post.. não estou alterado não é o seguinte.. Meu post não tem a função de fazer ninguem sair por ai fazendo besteira, e sim aproveitar a vida.. Eu falei de algo do tipo em um post anterior, porem na ocasião eu me referia à deixar de falar para alguem que você gosta dela e tals.. O q tbm é um bom exemplo pra esse post, mais aqui eu estou generalizando um pouco mais .. Não pare no Falar :P entende ? aahaha
Por fim.. Boa semana a todos, espero que tenham gostado ;)

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Conciliando Rotina e Hobbies

Pra embalar o post da play nessa musica ai ;)




Faculdade, trabalho, faculdade, faculdade (É o trabalho sumiu u.u)...
A vida parece que está tão corrida nos últimos tempos,
Mal tenho tempo pra postar aqui, mais também ultimamente não anda acontecendo muitas coisas postáveis, maas...
Hj pela milésima vez eu estava assistindo Step Up 3 e dai comecei a refletir quanto a um dos assuntos que o filme comenta. Um dos personagens o Moose ele ta fazendo faculdade de engenharia, mais ele acaba ficando um pouco confuso porque ele gosta de dançar, sempre dançou, e a faculdade parece que vai tirar isso dele, no fim das contas ele consegue conciliar os dois, não vou falar como porque recomendo que vocês assistam o filme pois é muito bom :).
As vezes a rotina parece que sufoca tudo o que a gente sempre gostou de fazer neh?
Eu também, sempre amei dançar, ficar na internet e coisas mais, porem nos últimos tempos não estou com muito tempo para isso, só que com o filme estava pensando.. Será msm que  não dá pra dar um jeito ? "Ahh é só um filme menino idiota, brisa ñ... ",  pode ficar puxado e tals, mais creio que vale a pena, eu sou um cara tipo super sonhador e pretendo ser assim até quando morrer, quem quiser entender melhor é só ler meu perfil ai no Blog ^^, mais não é sobre mim que eu quero falar... Uma coisa que você gosta de fazer independente do que seja, te dá forças, (vcs têm que ver como eu fico durante um Anime Friends ou quando acabo de Assistir filmes de dança), te dá novas esperanças sabe, acho que acabaria de ajudando nas outras coisas mais rotineiras, fica a dica, sonhos só tem esse nome por que são coisas muuuito boas que não estão acontecendo naquele exato momento... O que não impede que aconteçam daqui a alguns minutos, ou amanhã...
Faz assim... Pega um momento que você estiver de boa e vai fazer aquilo que tu ama, é dançar ? empurra o sofá mais pro lado ai.. Liga o som no ultimo (pode ser até do celular) e dança :),
é tocar Violão/Guitarra ? Pega eele fecha a porta do seu quarto, por que se toca o telefone pode ser alguém, com quem vc.. (opa.. perdi o foco) // Pega ele e vai fazer um acústico Amy tv no seu quarto sei lá.. toca a primeira musica que vc aprendeu.. ou a ultima '-' Whatever..
Pessoal acho que deu pra entender a ideia neh ? Espero que sim..
(ahh quem tem twitter segue a gente lá o @NeoLiTBOficial ;)
Abraços..

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Pedido Geek de Casamento

Pessoal.. Ja perceberam que o Banner do NeoLiTB é meio geek ? ou nerd.. definam como quiser.. mais de fato, eu editor sou viciado em tecnologia alem de tudo *---* (juntando artes e tecnologia sou designer :P)
Mais enton.. Tava procurando uns blogs geeks aqui e achei um video muuuuito legal, o cara faz o pedido de casamento pra mina com uma animação em flash no notebook e plaquinhas nipe Evento de Anime *---*  muito legal... Vejam:





FELICIDADES PRO CASAL ;)

Faz uns meses ja a postagem do video eles ja devem estar casados, mais e ai o que acharam ?

terça-feira, 28 de junho de 2011

Eu namoro minha melhor amiga

Antes de conhecer você, só por vê-la, eu queria saber quem você era, eu desejava você.
Antes de me conhecer, você queria conversar comigo, descobrir como eu era de verdade.
Então você veio até mim, e eu soube quem era você, você descobriu quem eu era, descobriu antes mesmo de eu saber quem eu era.
Você fez eu me sentir feliz como nunca, e eu te fiz sentir coisas q você nunca sentiu por alguém. Nós dois criamos uma amizade forte juntos, uma lealdade extremamente forte com o tempo.
Amadurecemos nossa relação juntos. Sofremos um bocado para q não sofrêssemos mais, nunca mais.
Você teve coragem e me mostrou a chance de ter também.
Nós lutamos muito pra ficarmos juntos.
Nós nos conhecemos pessoalmente, e nos apaixonamos de novo nesse dia
Sentimos a falta um do outro, nos entregamos completamente um ao outro.
Planejamos a nossa vida juntos.
Nós vivemos em função da felicidade do outro. Juntos.
Desde sempre há o amor entre nós dois, depois q ele foi descoberto ele só veio crescendo, e vai ser ainda maior.
Vamos gerar e acolher muitas vidas.
Você, eu e a família que construiremos juntos seremos felizes para sempre. Nós acreditamos nisso. É o que queremos e vamos lutar por isso.
Eu te amo, Thamires.



by:  Fritz Renner 

domingo, 26 de junho de 2011

Simplesmente tudo

Diego , não tenho palavras suficientes que expressem meu amor por ti . Cada sorriso, cada olhar , tudo em você me conquista, e vem me conquistando cada vez mais.
Já passamos por tantas coisas... brigas, momentos alegres, idiotas e até ridiculos , mas só de saber que aconteçeuu ao seu lado, pra mim já valeu a pena.
11/06/2011. voce me pediu em namoro e nós passamos o dia todinho juntos... seus beijos e abraços eu guardo no coração e nunca serão esquecidos .
voce se tornou simplesmente tudo na minha vida! nao consigo fazer mais nada se voce nao estiver comigo.
quando eu estou com voce tudo ao meu redor para e é como se existisse apenas nós dois. Ao seu lado, todas as minhas preocupações vao embora e eu sei que há lugar melhor para se estar se não ali. voce me faz feliz como ninguem faz;
e não ha porra de distancia nem idade que irá me separar de ti, meu amor.
quero que saiba que, enquanto durar, eu farei de tudo para tornar cada momento, um momento inesquecível .
razão da minha vida, eu te amo mais que tudo e todos <3


sábado, 25 de junho de 2011

Posts novos..

Pessoal, quem já lê o LiTB sabe do q a gente mais fala aqui :P
A uns bons tempos atras vira e mexe alguém pedia pra gente postar uma homenagem aqui no blog...
Eu particularmente achava muito legal :3
pq os textos escritos por quem ta vivendo determinado momento saem simplesmente perfeitos huehue
Ai tive a ideia de começar a postar novamente esse tipo de texto..
Pra estrear amanhã tem um Homenagem da Juliana Akemi () pro namorado dela.
Se quiserem postar alguma coisa é só escrever e mandar no Neolitb@gmail.com  :)
abraços pessoal \o até + 

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Sunshine

Para evitar uma explicação extensa sobre o título coloquei a mesma linkada aqui ok ? É só clicar.

O presente post é mais uma homenagem, uma versão up de um post antigo ai que eu apaguei pouco tempo depois de postar.

O que mais motivou a escrever esse post foi a falta da homenageada :P, de fato uma super amiga atualmente e uma ótima companheira (se é que assim posso chamar) a tempos atrás...

A principio eu nem sabia que ela existia u.u , a imagem dela era ofuscada por uns outros fatos que estavam ocorrendo na minha vida, em ocasiões especificas eu via ela mais nem me importava muito, era apenas mais uma pessoa, por outro lado, ela já sabia até de mais sobre mim...
As amizades em comum acabaram fazendo com que eu soubesse melhor "das histórias" , até então minhas metas ja estavam atreladas a outra pessoinha ai, como eu sempre digo: se o tal do Cupido existe, ou ele é muito Troll ou num enxerga direito  porque mais uma vez ele errou a flechada, resultado: a moça se interessar por mim.
Mais pra frente por ironia do destino eu e ela viramos amigos, como em outra situação eu já sabia de algumas coisas mais fiquei na minha. Meu envolvimento com ela foi ficando cada vez maior, por fim ela decidiu falar o que sentia por mim... Uma coisa que eu sempre tive como uma regra é nunca mentir pra ninguém em assuntos relacionados a amor, pois sei como pode magoar, falei pra ela minha situação, foi difícil falar, os olhos dela se fixaram em mim de modo que a cada silaba que eu pronunciava eu parava pra rever se eu estava fazendo a coisa certa, mais acabei por fazer, a reação dela foi interessante, ela de fato parecia triste porem quando estávamos conversando sobre o assunto ela falava com um tom de compreensão que me deixava até confuso se eu tinha conseguido falar tudo. Nossa amizade não foi abalada nem um pouco com isso, muito pelo contrario nos tornamos cada dia mais e mais amigos, ah sim tivemos momentos muito bons juntos, a prova do que ela sentia por mim veio como um beijo,  sabe, dava pra perceber que se tratava mais do que um simples beijo, confesso que fiquei até sem jeito pois do fundo do coração eu queria retribuir com o mesmo carinho que ela sentia por mim, eu gostava dela d+ , mais não chegava nem próximo do que ela me transmitia,  a maioria das vezes (se não todas) que ficamos juntos era de noite e de uma coisa eu tenho certeza, era o melhor modo de finalizar o dia, nem a chuva era problema :P (ela entende).
Por fim ela acabou desencantando e decidiu levar seu coração para outro caminho, não sei se gostei disso ou não... Eu mesmo já nem sabia o que ia fazer da vida, mais tudo bem, deixei estar, ela não tinha que esperar o resto da vida para que eu abrisse os olhos ...
Hoje em dia eu e ela somos amigos inseparáveis, por conta de estudos e trabalho quase não nos vemos, porem a amizade aumenta sempre, proporcionalmente à saudade... Ela, cada vez mais linda e eu.. Nem sei onde eu fico mais nessa história hahaha ;P

For her: Beijos garota s2 adoro vc... Bastante ^^


quarta-feira, 22 de junho de 2011

Going, Going, Gone.

Aê pessoal, paradinha rápida de véspera de feriadão... Não tenho muito o que dizer, até porque o tempo é curto, e também porque o que tenho aqui é uma recomendação.

Engenheiros do Hawaii - Descendo a Serra
(Humberto Gessinger)

Tô descendo a serra
Cego pela cerração
Salvo pela imagem
Pela imaginação
De uma bailarina no asfalto
Fazendo curvas sobre patins
Tô descendo a serra
Cego pela neblina
Você nem imagina
Como tem curvas esta estrada
Ela parece uma serpente morta
Às portas do paraíso

O inferno ficou para trás
Com as luzes lá em cima
O céu não seria rima
Nem seria solução

Um dia de cão
Um mês de cães danados
Ordem no caos
Olhos nublados
Um cão anda em círculos
Atrás do próprio rabo

Um dia de cão
Um mês de cães danados
Ordem no caos
Olhos cansados
Não há nada de novo
No ovo da serpente

É sempre a mesma estória
(é tão difícil partir)
É sempre a mesma estória
(é impossível ficar)
É sempre mais difícil dizer adeus
Quando não há nada mais pra se dizer

Well... é isso aí. Até logo, 'je dois partir'!

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Posts, Limpeza e Etc

Aew pessoal, espero que tenham gostado do meu post anterior :3.
Ultimamente eu estou lendo uns blogs de humor ai, inclusive penso em colocar os links ai do lado posteriormente, e eu vi uma coisa legal que eles fazem, que é ter um post especifico para um dia na semana, estou pensando em realizar algo do tipo por aqui, que pelo menos um post por semana vai ser garantido.
Estou pensando num Logotipo para o NeoLiTB em breve posto aqui algo mais sobre, e tambem estou vendo a possibilidade de mudar o layout de novo, dessa vez para algo mais leve. Quanto a falta de posts, vocês nos entendem não é ?? Todos os editores estão com tarefas até o teto para serem realizadas, ai nem sobra muito tempo de escrever.
O Neo LiTB tem a característica de ter alguns textos grandes de mais para se ler, mais isso é pra compensar, pensa se tivesse post todo dia, e uns posts grandes... Ficaria até chato de ler neh ? Acho que é isso que eu tinha para falar... Beijos e Abraços e até +

domingo, 15 de maio de 2011

A Minha Prece...

O que realmente precisamos fazer para ter dias melhores em nossas vidas???
Aqui vai Minha Prece...
Uma boa semana e ótimos dias a todos.

"Coragem pra enfrentar o hoje. É tudo o que precisamos.
É tempo de rever,"aceitar" e aprender com nossos erros.
Perdoar mágoas, decepções e erros, deixar o passado descansar no passado.
Lavar o rosto, como se lavássemos nossas almas.
Renovar nossa fé, seja em nosso Deus, seja em nós mesmos.
Preparar-nos para a glória de um novo dia, tendo em mente todo o caminho que percorremos, percorreremos e sabendo que, somente com afinco, poderemos conquistar o que queremos e trilharmos nossos caminhos em busca do melhor no futuro.
Não há dúvidas que alguns dias são duros como rocha, e que certas noites podem ser mais gélidas que os mares nórdicos. Exatamente por esses motivos, devemos ser mais fortes que a própria força, e tão audaciosos quanto uma chama que persiste em se manter acesa em meio a uma forte ventania.
Superação. Superação de nós mesmos, de nossos medos, de todas as nossas dificuldades.
Concentração em nossos planos, metas e sonhos.
Esperança, para poder enxergar um lindo Sol, escondido em meio às nuvens, em um dia cinzento, e também a escadaria que nos leva a glória que nos espera, logo ali, depois do horizonte.
Pensamentos positivos, boas vibrações e um mundo cada vez melhor à todos. É tudo o que peço.
Logo amanhecerá um novo dia.
A muitos de nós, será dada uma nova oportunidade de fazer o que gostariamos de fazer, renovar nossas esperanças, expressarmos nossas vontades e sentimentos, e, como sempre, enfrentarmos de cabeça erguida tudo o que o Destino e as Coincidências nos reservam. Vamos lá, amigos, vamos juntos! 
Coragem, amigos, Coragem!"

sábado, 16 de abril de 2011

Recomendação - A Carta

Pessoal \o to vivo ahuhau
entonces..  to com saudade de vcs :/ mais to sem tempo de postar..  Esses dias peguei pra escutar alguns classicos.. Tem uma que só hoje eu escutei umas 3 ou 4 vezes hehe.. ai decidi postar aki, espero que gostem ^^


A Carta
Renato Russo

Escrevo-te
Estas mal traçadas linhas
Meu amor!
Porque veio a saudade
Visitar meu coração
Espero que desculpes
Os meus erros por favor
Nas frases desta carta
Que é uma prova de afeição...
Talvez tu não a leias
Mas quem sabe até darás
Resposta imediata
Me chamando de:
"Meu Bem"
Porém o que importa
É confessar-te uma vez mais
Não sei amar na vida
Mais ninguém...
Tanto tempo faz
Que li no teu olhar
A vida côr-de-rosa
Que eu sonhava
E guardo a impressão
De que já vi passar
Um ano sem te ver
Um ano sem te amar...
Ao me apaixonar por ti
Não reparei
Que tu tivestes
Só entusiasmo
E para terminar
Amor assinarei
Do sempre, sempre teu...
Tanto tempo faz
Que li no teu olhar
A vida côr-de-rosa
Que eu sonhava
E guardo a impressão
De que já vi passar
Um ano sem te ver
Um ano sem te amar...
Ao me apaixonar por ti
Não reparei
Que tu tivestes
Só entusiasmo
E para terminar
Amor assinarei
Do sempre, sempre teu...
Escrevo-te estas
Maltraçadas linhas
Porque veio a saudade
Visitar meu coração...(2x)
Escrevo-te estas
Maltraçadas linhas
Espero que desculpe
Os meu erros, por favor!
Meu Amor! Meu Amor!
Oh! Oh! Oh! Oh!...

quarta-feira, 30 de março de 2011

Remember


Vejo aquelas fotos, leio aquelas mensagens

Tenho recordações, memórias, como muitas imagens

Que passam pela minha cabeça, um filme repetido

Que eu continuo a assistir, mesmo que possa não fazer muito sentido

Mesmo já sabendo o final, me lembro dos outros momentos

Dos sorrisos, da alegria, de tudo isso que guardo aqui dentro

Pois é isso que me faz lembrar, das cenas que me marcaram

De todas as coisas boas que entre nós dois se passaram

Das canções cantadas, das risadas trocadas

Dos olhares cruzados, e das mãos dadas

É graças a isso, que ainda me lembro, e não vou me esquecer

É tudo isso, que me lembra você

E me seguro ao fato, que no filme de nossas vidas, os diretores somos nós

E que mesmo que possam ter se passado os créditos

Uma continuação pode vir logo após

Com o fim que realmente desejamos

Aquele pelo qual junto sonhamos

Aquele que foi escrito por nós, e para nós

Eu ainda me lembro de você.
(Originalmente postado em A-leatório)

domingo, 20 de março de 2011

Poketto Monsters .. Coma theory

Pessoal.. Lembram do Akira ?? não to falando do anime OK '-' .. o ex-editor.. etonces.. final de semana ele me contou sobre uma teoria muuuuito interessante e decidi pesquisar mais sobre... pessoal, perfeito o bang... faz muito sentido.. vejam.. Ah.. o texto não é meu ok ? créditos no final ;) /

/ O acidente com a bicicleta (no primeiro episódio do anime) colocou Ash em coma. Dias mais tarde ele foi encontrado e foi levado as pressas ao hospital e tratado com fortes remédios, o que explica porque a Equipe Rocket tornou-se menos perigosa. Os remédios fizeram efeito e estabilizaram o seu coma, tornando os sonhos, antes assustadores, agora agradáveis, permitindo a ele viver as suas fantasias de mestre Pokémon.
Após os primeiros episódios, a série é o resultado do subconsciente de Ash realizando seus desejos, alem de tentar escapar da realidade. Se Ash perceber que está em coma, ele iria acordar, mas sofreria dano cerebral, portanto ele tem de derrubar todas as suas barreiras mentais uma por uma ate que ele possa entender a si mesmo e escapar do coma (já que sua mente não vai deixá-lo escapar ate que ele aceite a si mesmo).
Mais evidencias vem do fato de que apesar das suas jornadas levarem-no a vastas distancias, ele nunca anda de bicicleta por ter desenvolvido uma fobia.
O coma e a fantasia também explicam porque ele não muda muito fisicamente. Também explica o socialismo mundial, pois ele imaginou um sistema de governo seguro que iria operar suavemente e manter o mundo ‘girando’, permitindo que as suas aventuras ocorram do jeito que ocorrem. Também explica como uma criança pode sair sozinha em um mudo cheio de perigosos e selvagens animais, e porque toda cidade tem a mesma policial e todo centro Pokémon tem a mesma enfermeira. Joy e Jenny ele conhecia de sua cidade, e elas agem como uma rede de segurança ou âncora, permitindo a ele se sentir seguro não importa onde ele vá. Joy e Jenny representam estabilidade. Os professores representam os ideais de Ash, e é por isso que Gary vira um professor. A fantasia também explica porque toda vez que ele entra uma nova região, praticamente ninguém ouviu falar dele, apesar de suas conquistas. Como poderia Paul, o rival da região de Sinnoh, não conhecer alguém que ficou pelo menos entre os 16 primeiros nas 3 ligas e aniquilou a Liga Laranja e a Batalha da Fronteira?
Continuando para os personagens próximos a ele, os parceiros de viagem de Ash são os aspectos de si que ele aprecia, mas não gosta de associar a si. Brock é a sexualidade reprimida de Ash. Ash entrou em coma ainda virgem e precisava de uma válvula de escape para suas crescentes frustrações sexuais; como ele nunca experimentou o sexo, Brock nunca deve conseguir também. Mas Brock não é só a projeção da sexualidade de Ash, ele também é uma projeção dos instintos paternais de Ash. Brock deixa seus irmãos para sair em uma jornada com Ash porque Ash não consegue lidar com tanta responsabilidade na sua idade. A permanência de Brock com a professora Ivy foi uma tentativa de suprimir sua sexualidade. Você pode perceber que James teve muito mais diálogos durante essa parte da série, alem de ser muito mais sensível e emocional com seus Pokémon e revelando a maioria de seu passado. Ash não gostou muito disso, portanto Brock retorna horrorizado e recusa a falar sobre o assunto (o subconsciente de Ash estava reprimindo ele durante aquele tempo, então ao invés de um sentimento de medo, ele não sabe o que aconteceu). Mais evidencia de que Brock é a sexualidade de Ash é que ele retorna a série sempre que Ash descobre um novo aspecto feminino de si mesmo.
Misty é o primeiro desses aspectos que encontramos. Como ela é a primeira e porque ele é apenas um aspecto de Ash são explicações para o porque de Misty ser tão presente na série mas é, no fim das contas, inalcançável (porque ele praticamente não conhecia ela antes do coma). Como Misty é o seu primeiro interesse amoroso, mesmo que subconscientemente, ele precisava que ela crescesse mais. Ele achava que pessoas só poderiam haver relacionamentos após ficarem adultos. Na pratica, porem, ele descobre que não consegue lidar com isso (por não ter experiência no mundo real) e quer a Misty agressiva e arrogante que ele conheceu, portanto não deixando ela ficar com o Togepi. É notável nessa parte da história um abuso constante para com a sua sexualidade (Brock), e o eventual amansamento até que ela acaba ficando por trás dos panos. Como Ash era muito apegado a ela, isso foi traumatizante e após essa experiência, todos ao seu redor que ameace ficar mais maduro rapidamente acaba saindo e dando lugar a um substituto mais inocente.
Gary Carvalho é o que Ash deseja ser. Gary queria ser o melhor, conseguiu isso, e depois retornou a uma vida normal. Ash precisa que alguém seja bem sucedido em seu mundo ou então ele não poderá validá-lo e ele começará a questionar porque ele está onde está. É uma armadilha do subconsciente para evitar que ele fique ciente de sua situação. Sua mente deve ter concluído que o descobrimento do coma por Ash imediatamente o tiraria dele, causando dano cerebral, então ele pegou algo que Ash já gostava e com ele construiu um caminho seguro que o levaria para fora do coma. Porém, Ash é muito complacente para manter-se de pé e lutar para sair da sua situação, e, portanto, não pode escapar. Por isso ele continua encontrando Pokémons lendários. É a forma que a mente usa para mostrar a ele que ele pode fazer grandes coisas se ele tentar, e é uma forma de encorajá-lo a seguir adiante.
A Equipe Rocket são as qualidades de si mesmo que Ash acha ser negativas mas está vindo a aceitar. Jesse e James querem agradar Giovanni, o pai de Ash, e Jessie engana o submisso James em executar seus planos para conseguir isso. Meowth (Nota: a p***** do gato lá que fala, pra quem não sabe. Vulgo miau) especialmente quer agradar a ele porque ele lembra dos bons tempos com Giovanni. Isso coloca Meowth em uma categoria conhecida como a inocência (corrompida) de Ash. Isso é aparente porque Meowth pode falar. Na verdade, a motivo de Meowth poder falar é para que Ash possa eventualmente aceitar os aspectos da Equipe Rocket como partes de si mesmo.
Ash tem problemas com seu pai, então ele o colocou na liderança da organização do mal e o satanizou. Pode até haver uma Equipe Rocket (no mundo real) mas dificilmente o pai de Ash é o líder deles. Ash provavelmente acredita que a separação entre seus pais foi parcialmente culpa sua, mas também culpa parcialmente seu pai. A separação fez sua mãe sair da cidade e ir para Pallet e é a razão inicial para Ash sair em sua jornada: escapar do caos da sua casa. Mas toda a Equipe Rocket, incluindo Butch e Cassidy, simbolizam sua incapacidade de escapar das armações de seu pai.
James é a homossexualidade implícita (o que necessariamente não torna Ash homossexual) e ingenuidade, e Jesse é a vaidade e manipulação. Como Meowth tem potencial para se curar, e não quer ser do mal, isso novamente encaixa na teoria das personalidades conflitantes e odio próprio. A Equipe Rocket se traveste (Nota: não no sentido de serem travestis, mas sempre nos planos deles quando eles usam disfarces, James se veste de mulher, e a Jesse se veste de homem) porque Ash está explorando sua sexualidade (uma faceta diferente da que Brock representa) e isso é um método que permite seu lado gay/vaidoso experimentar livremente. Quando ele percebeu que isso (travestismo) não era algo para ele, o seu lado livre parava de experimentar com isso.
Max veio com May. Ele representou o Ego e ela representou o Id com grandes ambições naquela sessão. (Nota: da uma googlada que você entende do que se trata. Só Freud explica, literalmente) Eles trabalharam durante um tempo, mas como Ash é um adolescente, sua sexualidade tinha que retornar. Ele continuou a se reinventar e eventualmente escreveu novos aspectos de si, mas sua mente lentamente trouxe os velhos de volta como um suporte para tornar a transição mais fácil.
Dawn é Ash dando a si mesmo uma chance para amar. Como ele já estabeleceu Misty como alguém que ele não vai a lugar nenhum, ele criou uma nova garota, uma que era mais parecida com ele, e menos violenta. Você pode notar que enquanto May e Misty não toleravam Brock, Dawn parece ignorá-lo.
Tracey, o criador, era um futuro possível para Ash que ele descartou. Esse futuro era um em que ele saia para trabalhar com o professor (a visão de Ash de um pai perfeito) quanto Tracey corrompeu a dinâmica que Ash tinha com suas outras possibilidades. Com a mente de Ash lutando contra o coma e Ash vendo essa pessoa como um companheiro, Tracey foi rapidamente substituído por um rival mais ameaçador.
Pikachu representa a humanidade de Ash, por isso que há os episódios em que eles se separam e Ash quer desesperadamente encontrá-lo, ao ponto de trabalhar junto com a Equipe Rocket (aspectos de si que ele normalmente não se associaria). A Equipe Rocket quer roubar o Pikachu e dá-lo a Giovanni. Jesse e James vão sempre se opor a Ash porque o mero pensar de que sua humanidade está nas mãos de seu pai assusta Ash. Porem, essa é a mesma razão que faz com que ele trabalhe com essas partes de si para evitar que sua humanidade seja perdida. Ash não conseguiu evoluir Pikachu porque isso significaria desafiar o conceito de quem ele era, o que o deixaria inconfortável enquanto ele ainda enfrenta seus problemas iniciais.
O narrador é a manas superior de Ash (Nota: um conceito da teosofia. Google explica), recapitulando e explicando o progresso que ele fez e o que ele vai encarar pela frente, permitindo a si mesmo observações sobre qual a melhor forma de o acordar.
Os métodos da Equipe Rocket gradativamente ficam mais e mais engraçados/absurdos porque Ash é apenas uma criança imaginando essas coisas. Por isso todo mundo acredita nos disfarces da Equipe Rocket. Ele sabe que são eles (pelo menos no subconsciente), mas escolhe ignorar isso para que ele possa melhorar a si mesmo. De certa forma, o Ash que quer escapar está sabotando o Ash que quer ficar perdido em sua mente para que possa haver mais conflito, e possivelmente a eventual fuga. A fuga sendo conseqüência de finalmente aceitar quem ele é, pois, como mencionado anteriormente, a Equipe Rocket é a forma de Ash lidar com aspectos que ele se sente desconfortável de lidar sozinho.
Você pode lembrar que no início da seria existiam animais e referencias a animais. Por exemplo, o peixe no aquário do ginásio de Cerulean, ou que a Pokedex descreve Pikachu como similar a um rato. Esses animais não importam para a psique de Ash e portanto não vem muito a tona. Se Ash adorasse cachorros, tudo seria sobre diferentes raças de cães, e torneios de luta entre cães, mas enquanto a serie prossegue, você vê menos animais e mais Pokémons. Isso pode ser um sinal de que a mente de Ash está se deteriorando. Como ele está em coma, ele está esquecendo de alguns animais e máquinas e os substituindo por Pokémons. Isso pode explicar coisas como Pokémons elétricos funcionando como geradores de energia; esses são sinais de que a sua memória do mundo real está escapando cada vez mais conforme o tempo passa. O reino dos Pokémons será idealizado continuamente já que ele não tem estímulos do mundo real. A mente de Ash pode ou não estar deteriorando, mas ele está ficando cada vez mais acostumado as regras do seu mundo de mentira. Os Pokémons são as racionalizações para o funcionamento de sua fantasia. É a síndrome foi um mago quem fez. Se ele não sabe como que algo funciona, suam mente diz Pokémon.
Os Pokémons na equipe de Ash, porem, servem para mostrar os problemas e aspectos de si. Por exemplo, Charmander representa o seu ímpeto sexual (não sua sexualidade, como Brock). Inicialmente é uma coisa fácil de controlar, mas eventualmente se transforma em um inferno de chamas de desobediência pois Ash não entende sua sexualidade e portanto não tem como aliviar ela ou mantê-la em níveis normais. Bulbasaur (Nota: Bulbassauro) era sua recusa em mudar, refletida em quando ele decide não evoluir e quase ficou para trás ao menos que Ash batalhasse contra ele. Squirtle era sua vontade de seguir os outros, evidenciado pela gangue que ele andava, apesar de ele ser o chefe da gangue, eles eram vistos como um grupo, e o subconsciente de Ash apenas lhe deu o mais forte. Butterfree era sua esmagadora solidão, o que ele conseguiu resolver quando ele soltou o Pokémon para se juntar a um bando. Os seus Pokémons tipo Voador são sua imprudência, sempre disposto a sacrificar algo sem aviso para vencer. Quando Ash está trocando Pokémons, é uma tentativa de empurrar seus próprios problemas para outra pessoa; porem, ele percebe isso e normalmente troca de volta rapidamente.
Não só os Pokémons de Ash são manifestações de diferentes partes de si mesmo, os Pokémons de outros treinadores são também. Koffing e Ekans simbolizavam a vontade da Equipe Rocket de mudar, por isso eles evoluem. Quando a sua mente pode superar essa barreira e permitir a eles mudar uma vez, isso deu a ele a chance de realmente mudar.
Uma nota interessante é que Pupitar é uma racionalização: um Pokémon que um rival pegou antes de encontrar ele. Até Ash acharia estranho se todo mundo que ele encontrasse não tivesse nada dos lugares que essa pessoa visitou antes.
Outros treinadores são formas mais diretas dos seus problemas; são os que ele tem que ou aceitar ou simplesmente suprimir. Lideres de Ginásio são aspectos mais primários de sua personalidade, com cada Pokémon sendo mais forte que o ultimo, para mostrar um nível de habilidade que ele pode ter caso ele se dedique. Na verdade, ele está batalhando com uma parte dele que ele não gostaria de ter sob controle. Originalmente, Ash tinha as batalhas, que evoluíram em batalhas em equipe e concursos. A explicação para isso é que os problemas de Ash ficaram cada vez mais complexos. O fato que ele usa problemas que ele já dominou para vencer são sinais de que ele está ficando mais forte.
Ash solta seus Pokémons porque sua mente está forçando ele a se livrar deles. Assim que ele treina um time extremamente forte, um torneio chega, e após todas as lutas do torneio ele tem que ir a uma nova terra para novos desafios. Mas com um time extremamente forte, não haverão desafios, e não haverão formas de motivá-lo a ir além, então a parte de Ash que quer ficar em coma e continuar a jornada se livra de seus problemas solucionados ara que ele possa continuar e superar os não solucionados. Isso é essencialmente sua mente forçando ele a resolver seus problemas.
Os rivais de Ash e a Elite dos Quatro são a parte mais forte desse ciclo. Possuindo Pokémons praticamente imbatíveis, eles representam o que pode e o que não pode ser obtido. Os rivais de Ash são todos possíveis futuros que ele imagina para si (perceba que todos eles são mais velhos que ele). Isso iniciou com Gary, alguém que Ash conhecia da vida real e acabou virando quase um deus em sua mente, mas Gary progrediu e mudou para acomodar a visão de Ash de si próprio e seu maior desejo, eventualmente virando um professor após vencer a Elite dos Quatro. Com Gary aposentado, sua mente precisava de um novo rival para ele, daí o nascimento de Richie (a boa parte de sua rivalidade) e Paul.
Paul é a ultima tentativa da mente de Ash de tirá-lo do coma, para forçar Ash a entender que esse mundo perfeito não é a melhor opção ou caminho para acordar. Paul é a sombra de Ash, uma pessoa que quer sempre se esforçar cada vez mais, e a parte dele que vai fazer de tudo para escapar desse mundo do coma.
Mewtwo é uma nova forma de tratamento, feita com impulsos elétricos e uma maquina para tentar fazer Ash acordar, derrubando todas as suas barreiras mentais (os Pokémons do primeiro filme). Na mente de Ash, Mewtwo e seus clones eram (no mundo real) o tratamento para os sentinelas mentais que estavam protegendo Ash e mantendo-o em coma: os Pokémon do seu mundo. Os clones eram a oposição aos problemas que Ash achava ter solucionado, portanto cada um apareceu para Ash como a cópia exata da sua defesa. Os clones não jogavam pelas regras do mundo de Ash, eles não usavam nenhum golpe especial dos Pokémon; eles apenas derrotavam suas contrapartes através de força bruta. O tratamento estava funcionando.
Houveram efeitos colaterais. As descargas elétricas começaram a afetar o sistema nervoso de Ash, e se o tratamento continuasse, ele seria paralisado. Sua mente manifestou isso no mundo imaginário quando Ash foi petrificado. Se não fosse pelo fim do tratamento pela mãe de Ash (que sabia que seu filho não queria viver em um mundo que não poderia explorar), Ash poderia continuar petrificado para sempre. Depois disso, Ash precisava se recuperar dos danos causados pela terapia. Para reduzir o perigo que a consciência de Ash sentia disso, seu subconsciente começou a diminuir o efeito da eletricidade em seu mundo, o que explica porque os ataques elétricos de Pikachu, antes destacados pela sua potência pela Equipe Rocket, não tem mais nenhum efeito em Ash, alem de ser motivo de piadas.
Como podemos ver, Ash pode muito bem ter ficado aprisionado nesse mundo para sempre. Mas como todo sonho, como tudo, existe um início e um fim. Na sala do hospital, vemos Delia, entristecida, falando com um doutor com uma expressão sinistra no rosto. Ele diz que o plano de saúde acabou, e o garoto não teve mudança na atividade cerebral em sete anos. Diz também que o choque do desligamento das máquinas tem uma pequena chance de fazê-lo acordar. Ela concorda, em lágrimas.
De volta ao mundo de Ash, ele finalmente derrotou a Elite dos Quatro, e um por um, as pessoas ao redor dele começaram a desaparecer. Eventualmente, tudo está preto. Pikachu corre até ele, brilhando cada vez mais na escuridão. Finalmente, ele alcança Ash e os dois se abraçam uma ultima vez.
De volta a sala do hospital, seus sinais vitais diminuindo, Ash murmura suas ultimas palavras.
Eu… quero ser… o melhor…
Ele vai morrer, sem nunca realizar o seu sonho, exceto o fracasso em seus sonhos. Quando ele voltou a realidade, ele percebeu toda a mentira que aquilo era, percebeu que era tudo imaginação. Sabendo que seus esforços, ambições e amigos eram nada, ele desistiu.
Enquanto ele fala sua ultima frase, ele abre um pouco seus olhos e vê a silhueta de sua mãe, seu rosto coberto pelas suas mãos que limpam as lágrimas. Eles olham um nos olhos do outro, e uma ultima descoberta lhe vem a tona antes de ele perder toda sua força.
Ele vê que sua mãe sempre teve a esperança de que ele iria recuperar-se todo esse tempo. Ele a vê e percebe que a esperança dela foi quebrada ao perceber que ele viveu mais que seu único filho. Ele morre sabendo que ele é amado, mas isso significa que a pessoa mais próximo e mais real para ele está completamente arrasada.
Fonte : 
VINIKOSAUR

terça-feira, 8 de março de 2011

Pandoras

Do grego: Πανδώρα (Se pronuncia algo muuuito parecido com "pandora" kkkkkkk), "a que possui tudo"... Hehe a primeira mulher segundo a mitologia.. Por que escolhi usar ela pra falar sobre as mulheres e não Eva ? Pq acho que ela representa melhor...
Vocês devem conhecer a história de pandora... Particularmente acho uma das mais fascinante da mitologia, resumindo ela foi a primeira mulher (ta ok , eu ja disse isso), foi criada pelos Deuses onde cada um deu uma qualidade pra ela...Recebeu de um a graça, de outro a beleza, de outros a persuasão, a inteligência, a paciência, a meiguice, a habilidade na dança e nos trabalhos manuais.Tirando o "cabeção" do Hermes que pois no coração dela a traição e a mentira. ai acontece uma histórinha marota depois ela abre um caixa onde estavam guardados todos os males do mundo.. Sugiro que pesquisem um pouco caso queiram conhecer melhor a história, coloquei aqui mais ou menos o que eu vou precisar  pra escrever o post. Então, viram só como ela representa super bem as mulheres ? Ahh espero que não levem ao pé da letra ta.. não estou dizendo que toda mulher é mentirosa e traidora, do msm modo que nem toda sabe dançar, é meiga, inteligente e etc . Nossa vida depende diretamente das mulheres, querendo, ou não, não estou falando só dos homens não, até mesmo por que todo mundo nasce de uma mulher, sem mulher, nada de homem, nada de mulher (acho que entenderam o que eu quis dizer). Qualquer editor do NeoLiTB é meio suspeito de falar de mulheres levando em conta  a intenção de quando o LiTb Site foi criado. Ta ai mais uma coisa pela qual temos que agradecer a existencia das mulheres.. Sem elas.. Sem NeoLiTB hahaha.... Sacoméneh...
Por fim.. Feliz dia Internacional das Mulheres... Bjos
Ah tem palavras do Thiaguinho nesse post tbm.. Tudo junto e Misturado \o

Musiquinha.. cafona mais bonitinha em homenagem a vcs mulheres ^^

quinta-feira, 3 de março de 2011

Cartas

Oie NeoLitbers :)
To apaixonado *-* huahua zuera :P
entonces...
Esses dias eu abri uma caixa aki em casa para arrumar umas bagunças minhas, e dai entre elas caiu no chão uma folha de caderno rosa, cheinha de coisas escritas, quando abri relembrei o dia quando a recebi... Mais nem é sobre esse dia que quero falar, depois da tal lembrança comecei a pensar, isso foi meio que extinto não acham ?
Sei lá, esse post vai estar mtu ligado a um post antigo (o réu , e põe antigo nisso),  eu por exemplo sou o que o The Sims 3 chamaria de "Romântico Incorrigivel" kkkk, sério, ó, sempre achei cartas uma parte tão magica de uma história romântica.. Eu ainda escrevo as benditas sabiam ? Inclusive alguns de meus posts são cartas, que por algum motivo eu não entreguei e decidi postar pra ter um retorno um pouco mais rápido.. Rsrs acho que me entendem.
Eu geralmente guardo todas as que recebo tbm, as vezes é legal além de "meras" lembranças vc ter uma carta da ou para a pessoa que vc ja amou. Elas tem um algo a mais em cada milímetro da pagina que foi utilizada, que pelo menos pra mim é uma ótima pedida pra dias tristes..
Cartas são unicas, msm quando usam algumas frases ou poemas de autores conhecidos, é como se a pessoa precisasse de mais "combinações" de palavras do que as que ela pode imaginar, o jeito de organizar os poemas / conteúdo da carta sempre vai ser diferente, posso até fazer uma brincadeira de que as verdadeiras janelas da alma não são os olhos e sim as cartas, tanto que existe aqueles estudos que definem a personalidade da pessoa só pela caligrafia dela (prova de que o que eu estou falando não é tão fantasioso).
Sabe o que é complicado ? O pessoal ta abandonando alguns costumes por achar antiquado ou emo.. sei lá como definem cartas de amor hoje em dia, pegando um pouco o embalo de "O réu", ultimamente dão mais valor a uma "aventurazinha" ou algo mais incerto e atrevido do que para coisas mais românticas... Acho que o pessoal pensa que Romântico = Certinho e sem graça... Isso sim é um pensamento antiquado.. Acaba se metendo em situações bestas por pura ignorancia (Entendam a palavra com seu real significado por favor).
Mais é isso ai, vamos ver onde vamos parar desse jeito :/ , só sei que eu vou continuar com as minhas cartas :P e vc ? o q acha sobre o assunto ?





segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Simples como palavra.

Boa noite NeoLitBers :)
Temos um novo parceiro ...
Como todos os outros com ótimos posts ;)
Enjoy

(O link ta na barra lateral ta :D )

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

So near and yet so far away

      


A distância é mais uma daquelas coisas que chamamos de relativas, não sei explicar muito bem, mais posso tentar mais uma vez traduzir pensamentos para palavras... De fato linguagens totalmente distintas.  
      O primeiro exemplo é possivelmente o mais fácil de entender, quando você está em um lugar apenas fisicamente, "vendo e escutando tudo o que está acontecendo", não necessariamente prestando atenção, talvez pensando/fazendo outra coisa, você está ali, mais se não estivesse, talvez não faria diferença.

Atualmente me encontro em uma situação engraçada, fisicamente mais próximo, não muito, mais uma distancia consideravelmente menor em comparação a outros tempos (isso dependendo do ponto de vista, porque já estive mais próximo mais não tinha interesse algum no assunto), não me lembro exatamente a palavra certa, não é "psicológicamente mais próximo", por que se levar em conta meus pensamentos/subconsciente eu estaria muito próximo dela [ como diria Percy Jackson "com ênfase" no muito ;) ], a distância é mais relacionada ao objetivo final (é.. acho que achei uma boa definição). Essa ultima é a mais complexa, não dá pra saber "na lata" quando se está mais próximo, o que é um grande problema.
    
  #Intervalo na escrita ... (10:08 hs)

  #Voltei :D (10:48 hs)

      Agora é só finalizar... Tem ao contrário também onde você pode estar fisicamente longe da pessoa mais estar próximo sentimentalmente, isso infelizmente não significa que a pessoa também esteja próxima de você, sabe o que é interessante ? Eu estava reparando nesse post e vi que estou em duas das situações que citei '-' .

Viu?? Complexo e Relativo , espero que tenham gostado...


Abraços
Comentem ;P

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Recomendação - Step Up 1, 2 ,3

Pessoal, ó um filme que recomendo assistirem, principalmente quem gosta de dança igual eu *-* , no twitter eu prometi que faria um post até segunda... Não se preocupem esse não conta ta ;)



Esse é o Primeiro da Trilogia (até agora é trilogia pelo menos)
Ele vcs acham nas locadoras... o nome em portugues é "Ela dança eu danço" :P - Enjoy



O segundo não saiu no Brasil :/ , com muuuuuuuita sorte se encontra o genérico :P
Se tiverem oportunidade, na internet da pra achar ;)



Pra finalizar aqui está o terceiro.. Esse é mais facil de achar genérico... Tbm não saiu no Brasil :/ ..
De dança são meus filmes preferidos.. Espero que gostem ;).. Abraços .. Logo Logo tem post novo meu :P

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Vidas…

A algum tempo a chuva ja estava fazendo aquele sonzinho que dá sono, nada que influenciasse no desenvolver do dia,  a não ser que levemos em conta que acabou que o dia acabou mais rapido do que o esperado.


Os mesmos rostos… Talvez as mesmas duvidas, juntos com uma ou outra novidade, uma nova velha vida quem sabe, assim foi.

Surpresaa …

Tic-tac tic-tac, não o consumivel, apesar que o tempo se consome, até de mais, melhor pular essa parte do tic-tac não havia som, a não ser o de teclas.

Tchau …

O respeito em alguns casos se consegue por meios inesperados, engraçado isso.

Tchau…

Mais chuva, porém dessa vez um pouco mais presente, não mais forte, mais presente, não confundam certo ? ping ping ping…

Ding Dong..

Chocolateeeee…

As como uma simples folha de papel distrai a gente não é ? Ainda mais quando as palavras estão escritas em uma sequencia interessante.

Terceiro, segunda, Quarta, ou melhor, todo dia …

Mil vidas, talvez não chegue a mil vai, mais pelo menos umas oitenta deveria ter.

Ding Dong…

Novamente confirmo, sorrisos são contagiantes.

Um, dois, três

Uma lagrima, não sei o motivo ao certo, só que ela estava tentando se afastar do real, ou então tentando entender ou se encaixar nele, não sei ao certo. Um, dois, três . Não sei se sou muito inocente ou como posso chamar isso, mais senti pena, mesmo não sabendo O porquê…

Um, dois, Três

Crianças são perfeitas neh?  inocentes de mais, até mais do que eu que vivo em neverland na maior parte dos pensamentos. Elas deveriam ser educadas, não corrompidas… Mais nesses momentos não tenho muito o que fazer, sou um aprendiz não um professor, “Vidamente” falando…

E a próxima ? Ding Dong

Não vi mais lagrimas, nem mesmo quem estava as produzindo, mais vidas, menos vidas, niguem morreu não ta ? apenas sumiram, pra mim pelo menos…

E a próxima ? Ding Dong

Um dia ótimo, eu .. Mais uma vida no meio de muitas, não mais importante, e não menos, todas vidas, apenas.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Alguma coisa me diz que...

O destino está além...
Além da alma,
Além da calma,
Além de um sonho,
Além de uma simples paixão de estanho.

O destino é uma mão estendida,
Uma passagem incompreendida,
Uma estrada dividida.

O destino é uma escultura barroca,
Que esculpimos com mãos calejadas,
Dando forma a figuras deformadas.

E uma poesia apenas representa
Um desejo do poeta,
Que segue seu sestro...
De escrever, algo pessoal, singular, destro.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Apóie você também

Faaaaala galeeeera! Quanto tempo hein? K' estou eu, escrevendo, pela primeira vez, no novíssimo neoLitB :)
Contudo, não venho trazer nenhum post convencional do tipo que vocês estão acostumados (ou não :P) a ler. Venho sim trazer uma notícia, e uma campanha, que, se você puder ajudar, seria muito bom pra mim e muitos outros brasileiros.


Venho falar da campanha "Jogo Justo" (Vale a pena dar uma lida, mesmo que você não se interesse pelo assunto)

       Bom, poucos, mas espero que não, devem saber que o mercado brasileiro de Games é um dos mais cobiçados da América Latina pelo mundo, atualmente o México está na sua frente, mas as maiores empresas de games do mundo crêem que o Brasil tem potencial de ser o pioneiro, a criatividade dos brasileiros é apreciada mundialmente por empresas do ramo. Contudo, há algo que faz com que todas as empresas fujam de nossa querida pátria e tenham receios de investir em nós: impostos absurdos e abusivos. Em termos mais simples, os impostos aplicados sobre games e relacionados no Brasil, fazem com que jogos e video games fiquem até 200% mais caros do que deveriam ser, com impostos de, em torno de 80% aplicado em sua valor real.
       E o que isso gera? Empresas que já investiram em nosso pais no passado foram fechadas, vendas de consoles e jogos originais são relativamente baixas devido a seus valores altíssimos e, finalmente, a pirataria precisa entrar em cena, o que deixa as empresas mais temerosas ainda, pois perdem pilhas de dinheiro por causa desse "piratinha sem papagaio".
       E o que é a campanha Jogo Justo? Na verdade é um projeto de lei que visa diminuir os impostos de games de 80% para 15%, tendo em vista que o mercado brasileiro de games têm se expandido bastante atualmente, e há muitos olhos internacionais esperando a oportunidade de investir.
       E como você pode ajudar? Você pode contribuir no dia 29 DE JANEIRO DE 2011, que será o DIA DO JOGO JUSTO. Nesse dia será feito um teste, com impostos de quase 0% ou até 0% sobre os jogos em lojas do ramo, com o intuito de checar se haverá uma boa resposta dos brasileiros e se valerá a pena ser aprovado. No dia 20, no site oficial do projeto, foi liberada uma agenda sobre o projeto, e, em breve, deve ser divulgada uma lista com os jogos e lojas participantes. Consoles não estarão inclusos, mas é possível que acessórios estejam. Entre as parcerias, podemos citar as maiores: Konami, Activision, Take Two, Blizzard, Square Enix... Enfim, o projeto vale a pena.
       E por que eu venho pedir a ajuda de vocês? Bem, primeiramente porque é um projeto respeitável, que visa o crescimento da área no Brasil e que é, também, um grande passo na luta contra a pirataria, tendo em vista que sempre foi mais divertido e bonito comprar um jogo original que venha com uma capinha cheirosa, um manual bem feito, garantia e etc., e o que pode também fazer com que as empresas passem a ver o Brasil com outros olhos. E em segundo lugar, porque, não sei se todos sabem, dia 14 de Fevereiro eu começo minha graduação em Design de Games *---* Sim, vou ser um trabalhador da área, então, se "brasileiros" é um termo muito generalizado pra você ajudar, ajude a mim :) kkkkk'
       Enfim, é essa mensagem que eu queria deixar pra vocês, espero poder contar com a ajuda e a compreensão de todos ^_^ Obrigado! E bom jogo a todos ;)

Saiba mais: JOGO JUSTO

sábado, 15 de janeiro de 2011

O controle está na sua mão. Use-o!

(Um prévio esclarecimento: o texto a seguir é a opinião dos editores Eduardo e Rick. Respeitamos todos os pontos de vista, sejam os iguais ao nosso ou os discordantes. Nossa intenção é meramente criar um debate saudável sobre alguns pontos.)



Acabou mais uma novela das nove. O mocinho casou com a mocinha (suspiro), o vilão terminou mal (bem feito!), todas as arestas foram aparadas (não podia terminar daquele jeito, né?), e todos viveram felizes para sempre, numa realidade totalmente antagônica e anacrônica à verdadeira realidade da população brasileira.

População brasileira esta que dá índices de audiência altíssimos para as novelas. Nada contra, desde que sejam vistas como uma simples estória, e nada além disso. O que se passa dentro do tubo do televisor deve permanecer lá, porque aqui fora tudo é diferente.

Aqui, os mocinhos e os vilões somos nós mesmos enquanto cidadãos. Porém, é triste observarmos que pessoas assistem essas tramas e as veem como lição de vida. Talvez essa seja a intenção da TV Globo – dona de uma patota de grandes artistas (e são de fato) e sets de gravação sem iguais aqui no Brasil –, “criar” um monte de seres pensantes-não-pensantes. Por que seres pensantes-não-pensantes? Simples: somos inteligentes o suficiente para tirarmos conclusões, mas muitos acabam não fazendo isso, e pensam pela cabeça de personagens de novela.

Tá, mas o que a Globo quer com isso? Eu respondo: proporcionar burrice e falta de senso crítico crônicos na população em geral, para que estes se tornem mais maleáveis e convencidos no seu eterno processo de manipulação social.

Não podemos afirmar, mas, se observarmos um pouco, o mínimo que seja, é fácil perceber que a Globo (em especial) está por trás de muitas decisões importantes para o país. Depois não entendemos o porquê de certas coisas acontecerem...

Para resumir essa história toda, digo onde quero chegar: o cidadão brasileiro em geral tem todo o direito de assistir religiosamente sua novelinha, sem nenhum problema. Só não pode, como já disse, achar que tudo aquilo que se passa na trama é real, e querer fazer igual. Só posso considerar quem pensa assim como o legítimo alienado, com um baita cabresto impedindo-o de enxergar o real horizonte de sua realidade, seguindo bovinamente, em consequência, tudo que lhe é “imposto” por um produto extremamente capitalista, manipulador e com interesses além do que podemos imaginar.

Enquanto o brasileiro não deixar de pensar assim, continuaremos nessa mesma situação, tendo de ouvir pessoas reclamando de tudo e de todos sem o menor embasamento, porque o espaço que deveria ser ocupado por conhecimentos simples como o “de onde vim, onde vivo e para onde vou” é onde se encontra exatamente essa “realidade” torpe.

E vamos para mais uma novela enfastiada... Segunda começa!

...

Começando por onde o Eduardo terminou... novelas.
As obras primas dos aclamados dramaturgos (os "únicos" seres pensantes desse país, infelizmente, na visão de muitos), verdadeiros formadores de opinião, fantoches que manipulam a população, com uma grande panela cheia de releituras de clássicos literários, adicionando fatos cotidianos e mais um alto teor de merchandising e temas de fáceis discussão.
Tudo isso são as novelas, os grandes "blockbusters" da TV nacional, que hipnotizam as pessoas por todo o país durante o chamado "horário nobre".
A televisão passa exatamente o que o povo quer assistir e ainda dão a falsa impressão de que "o controle está nas nossas mãos" (porém Ninguém vê quem são os verdadeiros "controlados"). Novelas, Reality Shows, programas sensacionalistas... ferramentas poderosas para a manipulação da grande massa. As pessoas tentam ver na televisão tudo o que não conseguem ver em suas vidas. Buscam, após um longo dia de trabalho, sentar-se em seus sofás e esquecer a dura rotina. O que pessoas não percebem é que, ali, sentadas, nada podem fazer para mudar suas vidas. A televisão não muda a vida de ninguém (a não ser que você conheça as pessoas certas, trabalhe em algum canal, tenha MUITO talento ou seja alguém popular nessa república fétida).
Quanto a maior rede de mídia deste país, pouco (ou quase nada) vou falar... Só uma recomendação, caro leitor: desligue vossa SANTIFICADA televisão por 90 minutos, e assista o documentário "Muito Além do Cidadão Kane" 
(Uma mensagem minha aos "queridos" magnatas da televisão: "A gente NÃO se vê por aqui, ratazanas asquerosas! "  ¬_¬')
Como diria o sábio (e irônico) "ET Bilu": Busquem conhecimento!, pois APENAS o conhecimento pode realmente mudar algo em suas vidas e também nesses 8.514 876,599 km² de vergonha. 

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

The Mind’s Explorer - Capítulo 3 – Primeira Viagem


A casa estava do mesmo modo que da vez anterior, com a mesma organização com exceção daquele quarto o qual parecia estar um pouco mais arrumado.
Por fim James havia aprendido como utilizar o Mind’s Explorer, e decidira usar isso para todos os momentos que achasse necessário./

_James! Gritou ele, por mais estranho que isso parecesse.
Da porta da cozinha o outro James saiu com uma bolsa de gel na cabeça e resmungando:
_Ahh você já veio se bater de novo?
_Não, eu acabei entendendo como funciona aquela paleta e o pincel, obrigado pela ajuda.
_Enfim né? Respondeu Ironicamente tirando a bolsa da cabeça e se sentando no sofá.
_Então, porque você mora aqui?
_Hahaha percebi que você apenas aprendeu usar o Mind’s Explorer mesmo. Não sabe aproveitar o que ele realmente proporciona.
_ Não vai me responder?
_Eu moro na mente da Emily, por que ela gosta de você entende? Já ouviu falar de dono dos pensamentos? É mais ou menos o que eu sou aqui.
_Gosta de mim? Mais ela nunca me deu atenção!
_Você é quem pensa...
_Não é meio chato ficar aqui dentro preso?
_Preso? Respondeu o James da mente tirando um sarro.
_Ganhei o melhor lugar pra se viver que existe, de James para James gostamos de aventuras, não é? A mente feminina pode ser o lugar mais perigoso a se viver, porem pode ter certeza que é o mais interessante e o mais amplo existente, você só precisa saber aonde pisar.
_Quer dizer então que esta casa é só um pouco da mente da Emily?
_Sim é claro. Ou você pensou que ela fosse “Mente fechada”. Hahaha, A casa da Pessoa em sua mente é tudo relacionado diretamente a ela, como por exemplo, um amor... Fora isso tem um vasto mundo por aquela porta, Quer dar uma olhada?
Sem esperar resposta ele se dirigiu a porta da casa a qual James nunca havia conseguido abrir, e a abriu sem nenhuma chave nem esforço.
O lado de fora tinha um céu azul a rua era tipicamente americana, pelo que dava a perceber, a casa era localizada em um local totalmente diferente do qual Emily Realmente morava, e que parecia muito fantasioso, dava a impressão de que a qualquer momento, os carros, correios, e até animais começariam a falar.
Sem pensar James deu um passo adiante para conhecer melhor o mundo da garota, porém a porta foi fechada pelo James que morava La.
_Você não conhece muito bem lá fora. Por enquanto é melhor não sair sozinho.
_Vamos comigo então...
_Não posso, como você fora da mente da Emily esta conversando com ela, pode fazer mal pra ela, ela ia pensar que não gostava mais de você e se arrependeria do que esta te falando.
_E o que ela está me falando?
_Aiai, realmente você tem muito que aprender.  Quando está na mente de alguém não se preocupe com nada fora da mente, tudo que acontecer lá, você vai saber, ela se declarou pra você exatamente no momento em que te dei essa informação. A quanto a como ela fez isso, quando sair daqui irá lembrar...
_Por isso quando brigamos da ultima vez ela saiu de perto de mim?
_Certamente. Respondeu surpreso com o flash de sabedoria de James.
_Está ficando tarde acho melhor você ir. A voz já não parecia nem um pouco com a “dele” era feminina, uma voz bem suave e calma de quem acabara de ter uma ótima conversa.
Emily estava se afastando dele, mais diferente da outra vez, ela acabara de beijá-lo. Era o fim de sua primeira viagem consciente do que estava fazendo com o “The Mind’s Explorer”

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More